Avançar para o conteúdo principal

Como trabalhar em casa quando se tem filhos

Photo by Alexander Dummer on Unsplash


Cada vez há mais mães que têm o desejo de trabalhar em casa para poderem acompanhar o crescimento e desenvolvimento dos seus filhos. Só quem é mãe sabe como é difícil ter que deixar um filho com poucos meses de vida aos cuidados de outras pessoas, geralmente desconhecidos. Felizmente há muitas mães que já conseguem trabalhar em casa e tomar conta dos seus filhos. Mas temos que ser sinceras: cuidar de uma criança e ainda ter que trabalhar não é algo fácil de conciliar. Neste artigo vamos ver algumas dicas para que as mães que trabalham em casa possam lidar com esse desafio, sem arrancar os cabelos.

Cria rotinas bem definidas

Se ter uma rotina é importante para quem não tem filhos, para quem os tem a rotina é essencial. Naturalmente a primeira rotina que deve ser definida é a rotina da criança. É importante ter uma hora para acordar, para as refeições, para as sestas, para brincar e para dormir. 

É óbvio que chegar a um plano de rotina definitivo para uma criança não é fácil, principalmente se estivermos a falar de bebés. Tanto eles como as mães estão numa fase de adaptação, e adaptar-se a uma rotina pode levar algum tempo, mas vai ser uma grande ajuda. Quando a rotina da criança está estabelecida é mais fácil para a mãe criar uma rotina de trabalho.  

Tem o teu próprio espaço de trabalho

É claro que ter um escritório é o ideal, mas nem toda a gente tem a possibilidade de ter um espaço dentro de casa só para esse fim. Nesse caso uma alternativa pode ser arranjar um pequeno espaço no teu próprio quarto ou em qualquer outro lugar da casa, onde possas colocar uma pequena secretária com tudo o que precisas para trabalhar.

Como mãe sei bem que o que é estar sempre tão ocupada e com tantas tarefas para fazer, e se não tivermos cuidado facilmente as coisas do trabalho misturam-se com outras papeladas e tudo vira um caos. Por isso é que é importante termos um sitio especifico e bem organizado para trabalhar.

Além disso, as mães têm a tendência de dar tudo o que podem aos filhos, muitas vezes negligenciando a si mesmas. Por isso sabe bem termos um cantinho só nosso, decorado ao nosso gosto e onde apreciemos estar a trabalhar. Se precisares de ideias para criar o teu espaço de trabalho podes ver algumas no artigo 10 Home Offices Simples do Pinterest

Faz um plano de trabalho flexível

Como em qualquer actividade profissional, quando se trabalha em casa é necessário ter um plano de trabalho. O ideal é fazeres o teu plano de trabalho no inicio de cada semana. Domingo é um bom dia para planear toda a sua semana, analisar todas as tarefas que tens a nível de trabalho e definir em que horas vais ou não trabalhar.

Contudo é importante que este seja um plano flexível porque quando se tem crianças tudo pode acontecer. Imagina que tens um filho doente e que passa o dia a vomitar. Vais ter que passar o dia a limpar, lavar roupa e desinfectar a casa toda. Esse é logo um dia de trabalho arruinado!

Se tiveres mais do que um filho a probabilidade de a doença passar de um para o outro é muito grande. Logo em vez de um, vais ter vários dias de trabalho arruinado. Daí a importância da flexibilidade quando defines o teu plano de trabalho.

Para as situações em que é impossível ser flexível, como quando trabalhas com prazos de entrega do trabalho, o ideal é teres um plano de emergência, para não comprometeres o teu trabalho

Trabalha antes de acordarem e depois de irem dormir

Esta é sem dúvida a dica que eu mais utilizo. Tiro especial proveito das horas antes da minha filha acordar, porque estou com a cabeça mais fresca. Por vezes também aproveito para fazer alguma pesquisa à noite depois dela dormir, mas acaba por se tornar menos produtivo por causa do cansaço do dia.

O melhor horário neste caso varia muito de pessoa para pessoa. Há pessoas mais noturnas e que conseguem fazer imensas coisas à noite, e há pessoas mais matinais. Eu já fui uma pessoa mais noturna. Á noite tinha energia para fazer imensas coisas e era o meu período mais produtivo. Mas desde que fui mãe a minha energia só volta depois de algumas belas horas de sono. 

Em tempos li num blog duma mãe a full-time, que o horário em que ela aproveitava para trabalhar era das 3h30 da manhã até às 6h da manhã, hora em que as filhas acordavam. É claro que ela deitava-se por volta das 20h/21h, mas resultava para ela. Nós também temos que perceber o horário que resulta para nós.

A hora da sesta é outro momento que também podes aproveitar para trabalhar. É claro que aproveitar a hora da sesta é mais fácil quando se tem crianças mais pequenas, porque os maiores já não dormem a sesta. Mas com as crianças maiores podes tentar implementar a hora do silêncio. Nesse período tenta que estejam entretidos com actividades que exigem mais concentração como a leitura, desenho ou pintura.

Programa actividades para as crianças

Esta dica é em especial para quem tem crianças um pouco maiores ou em idade escolar. Principalmente em períodos de férias, quando esta passam mais tempo em casa, é bom ter várias actividades programadas para que eles estejam entretidos e tu possas aproveitar esse período para trabalhar. 

Nesse sentido o Pinterest pode ser um grande aliado, porque lá encontras facilmente vários álbuns com dezenas de actividades para crianças de diferentes idades, e que podem mantê-las entretidas durante um bom par de horas. Com um bocado de paciência e imaginação para organizar estas actividades, vais conseguir ganhar o tempo de que precisas para trabalhar.

Tem um plano de emergência

Como já vimos, quem tem crianças pode estar sujeito a uma série de imprevistos que interfiram com o nosso trabalho. Mas nem sempre é possível largar tudo para ficarmos a tomar conta dos nossos filhos, principalmente quando trabalhos com prazos. 

Para essas situações é bom termos um plano de emergência para não nos desesperarmos. Esse plano terá que envolver ajuda extra, seja de um familiar ou amigo, ou então de uma babysitter. Ter alguém a quem possas ligar a qualquer momento para tomar conta dos teus filhos enquanto tu terminas o teus trabalho é crucial. 

Dessa forma consegues assegurar as duas coisas: o cuidado com os teus filhos e o teu profissionalismo! Tudo isto sem dar em doida...quer dizer, só um bocadinho! 

Por isso não te esqueças das nossas 6 dicas:
  1. Criar rotinas
  2. Ter um espaço de trabalho
  3. Ter um plano de trabalho fléxivel
  4. Trabalhar enquanto eles dormem
  5. Programar actividades para as crianças
  6. Ter um plano de emergência
Espero que estas dicas tenham sido úteis e se és uma mãe que trabalha em casa, por favor partilha connosco nos comentários quais é que são as estratégias que usas para conciliar todas as tuas tarefas.






Mensagens populares deste blogue

10 Trabalhos a partir de casa SEM ser na Internet

Embora a Internet seja cada vez mais utilizada como um meio de trabalho através de casa, ainda há quem prefira desenvolver outro tipo de actividades que não estejam diretamente relacionadas com o mundo virtual. E sim, isso é possível. Vamos falar sobre algumas delas neste artigo.

Para não se esquecer destas sugestões, guarde esta imagem no Pinterest


Pare e pense! Tem algum quarto ou espaço na sua casa que pode ser transformado num atelier ou escritório caseiro? Se a resposta é afirmativa então há um leque variado de actividades que pode desenvolver nesse espaço:
ContabilidadeConsultas WorkshopsExplicações EscolaresAulas de Música/ Pintura/ Costura/ Etc..Atelier de Artesanato / CosturaGabinete de EstéticaConsultoria/Revenda de BelezaOrganizadora de EventosPetsitting ou Grommer (canina)
É claro que antes de avançar para um projecto desse tipo convém avaliar os custos e as suas possibilidades no momento. Podem estar envolvidas algumas obras de melhoria do espaço ou então a aquisição de ma…

Como trabalhar como Assistente Virtual

Se procuras formas de trabalhar em casa, com horários flexíveis, e com um bom rendimento, então trabalhar como Assistente Virtual (AV) pode ser a escolha indicada para ti.
Talvez te estejas a perguntar, o que é uma Assistente Virtual? Neste artigo, vou explicar não só o que é uma Assistente Virtual, mas também que tipo de serviços podes oferecer como AV, o que precisas para ter tornares uma AV e quanto podes ganhar.
O que é uma AV?Uma Assistente Virtual é uma pessoa que presta serviços de apoio a uma empresa, empreendedor ou marca. Como o nome indica estes serviços são prestados de forma remota (ex: a partir de casa) e são geralmente pagos à hora. 
É claro que este tipo de trabalho a partir de casa só é possível devido à evolução tecnológica, que permite que qualquer pessoa que tenha uma ligação à Internet e use o armazenamento na nuvem, preste uma variedade de serviços digitais para empresas sem ter que estar nos seus escritórios físicos.
Que tipo de serviços presta uma Assistente Digita…

Como encontrar o meu nicho e o meu público-alvo

A maioria dos especialistas em marketing dizem que precisas escolher um nicho e um público-alvo. Mas sabes porquê?
Pensa no seguinte exemplo: se tu estiveres a ter uma conversa com um total desconhecido, como é que sabes sobre o que deves falar? A menos que consigas encontrar um ponto em comum, a conversa provavelmente terá vida curta.
Como nenhum de vocês conhece o outro, é preciso encontrar uma maneira de estabelecer uma conexão para se envolverem na conversa.
O mesmo acontece no marketing. Tu precisas criar uma conexão com o teu público, se quiseres que ele preste atenção e fique por perto para descobrir qual é o teu produto ou serviço.
E, para criar essa conexão, tu precisas saber algo sobre eles. Precisas saber que problemas eles têm e como é que podes ajudar a resolver esses problemas. Basicamente, tu precisas ouvi-los e entendê-los.
É por isso que é tão importante escolher um nicho e um público-alvo claramente definido. Depois de escolheres um grupo distinto de pessoas que tu …