Avançar para o conteúdo principal

"Feito é melhor que perfeito"



"Feito é melhor que perfeito" é uma frase muito conhecida, do tipo cliché, mas que eu desconhecia até há pouco tempo. Não consegui descobrir ao certo quem foi o autor dessa frase, mas eu conheci-a através do Paulo Faustino. Para quem não faz a mínima ideia de quem eu estou a falar, o Paulo Faustino é um especialista em Marketing Digital português super conhecido em Portugal e no Brasil.

Eu tive oportunidade de participara num desafio/workshop online que o Paulo deu sobre "Como criar um produto digital em 21 dias". O workshop foi simplesmente fantástico, com um super conteúdo e passado de maneira muito simples. Uma das coisas que mais me marcou nesse workshop foi exactamente a frase "Feito é melhor que perfeito".

Quando o Paulo começou a explicar o sentido dessa frase parecia que ele me conhecia e que estava a falar diretamente para mim. Simplesmente por eu sou esse tipo de pessoa, que quando faz algo tem que ficar perfeito caso contrário prefiro nem fazer. Aconteceu-me isso com este blog. Na realidade o blog já existe desde o fim de 2018, mas só agora no inicio de 2020 (após milhentas modificações e melhorias) é que o consegui lançar. E devo dizer que foi muito graças a essa frase. A máxima "Feito é melhor que perfeito" foi uma espécie de desbloqueador de mindset para mim.

Mas eu sei que não sou a única a lutar contra este tipo de pensamento. O medo de que o nosso projecto não seja suficientemente bom para mostrarmos ao mundo leva muitas de nós a adiar o seu início. No entanto a verdade é que lançar um projecto perfeito é impossível. Portanto nenhuma de nós deve de manter essa expectativa de "trazer" algo perfeito a este mundo. A nossa expectativa deve ser dar vida a um bom projecto e trabalhar nele até que este se torne um projecto excelente.   

Lançarmos o nosso projecto é apenas o primeiro passo. Mesmo que até consideremos que estamos no nível de qualidade que desejamos, qualquer projecto tem que ser sempre "alimentado" senão morre. Portanto, mesmo um projecto muito bom terá que sofrer modificações ao longo do tempo.

Recordo-me que no workshop o Paulo Faustino mencionou que quando ele lançou o blog dele, o primeiro layout do blog era muito mau. Mas não havia problema. Depois com o passar do tempo conseguiu um layout melhor, mas mesmo assim não era grande coisa. Mas tudo bem. Só bem mais tarde é que ele conseguiu um layout XPTO feito por uma equipa de web design e com a qualidade que ele sempre desejou.

O mesmo aconteceu com o canal dele no Youtube. O primeiro video dele é um video do qual ele não se orgulha muito, mas a realidade é que aquele video tem mais visualizações do que o video que tu não fizeste por não achares que estava suficientemente bom. Consegues perceber o ponto?

É claro que com isto eu não quero dizer que podemos fazer as coisas de qualquer maneira e está bom. Não é isso. Devemos dar o nosso melhor em tudo o que fazemos e ficar orgulhosos do resultado final. Só não devemos esperar que fique perfeito, ou com o mesmo nível de qualidade doutros projectos já existentes e que já trabalharam muito para estarem onde estão. Não há problema nenhum em começarmos por baixo. O verdadeiro problema é não começar.

Por isso o meu conselho é: se tens um projecto para lançar em 2020, LANÇA-O! E continua a trabalhar nele para que se torne o projecto que sempre sonhaste.

Gostaste deste artigo? Guarda esta imagem no Pinterest assim vais sempre saber onde está!


Mensagens populares deste blogue

10 Trabalhos a partir de casa SEM ser na Internet

Embora a Internet seja cada vez mais utilizada como um meio de trabalho através de casa, ainda há quem prefira desenvolver outro tipo de actividades que não estejam diretamente relacionadas com o mundo virtual. E sim, isso é possível. Vamos falar sobre algumas delas neste artigo.

Para não se esquecer destas sugestões, guarde esta imagem no Pinterest


Pare e pense! Tem algum quarto ou espaço na sua casa que pode ser transformado num atelier ou escritório caseiro? Se a resposta é afirmativa então há um leque variado de actividades que pode desenvolver nesse espaço:
ContabilidadeConsultas WorkshopsExplicações EscolaresAulas de Música/ Pintura/ Costura/ Etc..Atelier de Artesanato / CosturaGabinete de EstéticaConsultoria/Revenda de BelezaOrganizadora de EventosPetsitting ou Grommer (canina)
É claro que antes de avançar para um projecto desse tipo convém avaliar os custos e as suas possibilidades no momento. Podem estar envolvidas algumas obras de melhoria do espaço ou então a aquisição de ma…

Como trabalhar como Assistente Virtual

Se procuras formas de trabalhar em casa, com horários flexíveis, e com um bom rendimento, então trabalhar como Assistente Virtual (AV) pode ser a escolha indicada para ti.
Talvez te estejas a perguntar, o que é uma Assistente Virtual? Neste artigo, vou explicar não só o que é uma Assistente Virtual, mas também que tipo de serviços podes oferecer como AV, o que precisas para ter tornares uma AV e quanto podes ganhar.
O que é uma AV?Uma Assistente Virtual é uma pessoa que presta serviços de apoio a uma empresa, empreendedor ou marca. Como o nome indica estes serviços são prestados de forma remota (ex: a partir de casa) e são geralmente pagos à hora. 
É claro que este tipo de trabalho a partir de casa só é possível devido à evolução tecnológica, que permite que qualquer pessoa que tenha uma ligação à Internet e use o armazenamento na nuvem, preste uma variedade de serviços digitais para empresas sem ter que estar nos seus escritórios físicos.
Que tipo de serviços presta uma Assistente Digita…

Como encontrar o meu nicho e o meu público-alvo

A maioria dos especialistas em marketing dizem que precisas escolher um nicho e um público-alvo. Mas sabes porquê?
Pensa no seguinte exemplo: se tu estiveres a ter uma conversa com um total desconhecido, como é que sabes sobre o que deves falar? A menos que consigas encontrar um ponto em comum, a conversa provavelmente terá vida curta.
Como nenhum de vocês conhece o outro, é preciso encontrar uma maneira de estabelecer uma conexão para se envolverem na conversa.
O mesmo acontece no marketing. Tu precisas criar uma conexão com o teu público, se quiseres que ele preste atenção e fique por perto para descobrir qual é o teu produto ou serviço.
E, para criar essa conexão, tu precisas saber algo sobre eles. Precisas saber que problemas eles têm e como é que podes ajudar a resolver esses problemas. Basicamente, tu precisas ouvi-los e entendê-los.
É por isso que é tão importante escolher um nicho e um público-alvo claramente definido. Depois de escolheres um grupo distinto de pessoas que tu …