Invista em si mesma!

Photo by Thought Catalog on Unsplash

Há quem diga que o saber não ocupa lugar! Mas alguém mais sábio disse que o saber ocupa um lugar sim: o da ignorância. E a verdade é que adquirir conhecimento não nos prejudica em nada, muito pelo contrário. Em algum momento da nossa vida aquilo que aprendemos vai nos ser útil, nem que seja para demonstrar uma certa medida de cultura geral, que fica sempre bem. 

Mas quando eu falo em conhecimento, refiro-me a conhecimento prático. Já lá vai o tempo em que apenas os que iam para as universidades é que eram bem sucedidos na vida. Por isso se é daquelas que acham que só porque não tirou um  curso superior não podem dar a volta por cima, desengane-se. 

Aliás, quem vive em Portugal conhece bem a nossa realidade, e sabe que há imensas pessoas formadas sem emprego ou com empregos bem inferiores às qualificações que na realidade têm. Mas eu nem me refiro a esses. Falo mesmo das pessoas que por algum motivo não se formaram.

Perante estas situações há sempre duas possibilidades: ou ficamos sentadas a lamentar-nos porque não tivemos oportunidade ou dinheiro ou seja qual for o motivo de não termos estudado; ou então vamos à luta e nos reinventamos. 

E muitas vezes a oportunidade de nos reinventarmos surge ao mesmo tempo que surgem as adversidades. Uma situação que muitos encaram como um desastre mas que pode na realidade ser a oportunidade que lhe faltava é o desemprego!

Sim leram bem! É um facto que ninguém gosta de ficar desempregado. Mas às vezes o desemprego dá-lhe algo que talvez doutra forma você não teria que é Tempo. Porque não aproveita esse tempo para investir em si mesma, na sua formação? 

Eu conheço vários casos de pessoas que o fizeram e conseguiram dar a volta por cima! Tenho por exemplo o caso de uma amiga que aproveitou o facto de estar desempregada para tirar uma formação totalmente gratuita de Cabelereira (no Centro de Formação de Santarém pelo IEFP) e hoje é dona de um salão de cabelereiro que está sempre cheio. 

Conheço também o caso duma senhora que foi vitíma de assédio moral na empresa onde trabalhava como secretária por estar grávida e acabou por ser despedida. Com 33 anos de idade ela foi tirar um curso de estética e por ser tão boa aluna, acabou por ser convidada para dar aulas no próprio local onde tirou o curso. Então ela tirou uma formação para Formadores e hoje além de dar formações de estética tem o seu próprio gabinete juntamente com a irmã. 

Eu podia ficar aqui imenso tempo a contar-vos relatos deste género, porque felizmente conheço muitos mesmo. Mas o que eu quero mesmo transmitir é que nunca é tarde para nos reinventarmos, para aprendermos algo novo e que possa mudar o rumo da nossa vida.

Hoje em dia nem precisamos sair de casa para aprendermos coisas novas basta acedermos à Internet. Para além de cursos e workshops que podemos tirar on-line, há também imenso conteúdo de qualidade (também há muito lixo, verdade) sobre várias áreas super úteis. Eu por exemplo aprendi sozinha a fazer edição de video, a criar e personalizar blogs e muitas outras coisas através da Internet.

Leia livros! Hoje em dia há livros sobre tudo e mais alguma coisa desde culinária até livros de coaching motivacional. Há livros em papel, em formato digital e até em áudio. Por isso a única coisa que não pode existir são desculpas. Desculpas para não investir em si!

Conclusão


Nunca é tarde para investirmos em nós mesmas. Investir naquilo que sabemos ou que podemos vir a saber é um dos primeiros passos para mudarmos a nossa vida! Por isso use os conhecimentos que tem a seu favor, crie o seu negócio quer seja a partir de casa quer não. E se acha que não sabe nada que lhe possa ser útil, então está à espera do quê para aprender algo novo?

Comentários