Será que trabalhar em casa é para ti?

Por Catila Gaspar - fevereiro 11, 2019

Photo by Mimi Thian on Unsplash

O trabalho a partir de casa é um sonho para muitas pessoas. Mas temos que ser realistas e admitir que nem sempre aquilo que nós desejamos é o melhor para nós, embora possa parecer que sim. Daí a importância de fazermos uma auto-análise do nosso perfil como trabalhadores. Que tipo de coisas devem de "pesar" nessa análise? Vamos considerar algumas delas.

Atualização: Este post foi publicado inicialmente em Fevereiro de 2019. Na altura não fazia a mínima ideia de que passado um ano o teletrabalho ou trabalho a partir de casa viria a tornar-se uma realidade para muitas pessoas devido à pandemia. Se o trabalho a partir de casa é uma realidade para ti neste momento ou já foi no passado diz-me nos comentários se concordas ou não com os pontos que abordo neste post.

Gestão do horário de trabalho

Um dos pontos que a maioria das pessoas cita como vantagem no trabalho a partir de casa é a possibilidade de gerir o seu próprio horário. E se por um lado essa pode ser uma vantagem, também se pode tornar uma desvantagem se tu não souberes fazer uma gestão correta do teu horário.

Ao trabalhares a partir de casa existe o risco de caires em dois erros: Ou trabalhar demais ou trabalhar menos do que era suposto. Então a questão que deves colocar a ti mesma é: Que tipo de trabalhadora é que eu sou?

Se és uma pessoa que não consegue se afastar de determinada tarefa até que esta esteja concluída ou se tens dificuldade em dizer não a mais trabalho, podes cair na tentação de trabalhar, trabalhar e trabalhar. Podes até nem te dares conta disso mas as horas vão passando, e os teus filhos chegam da escola, o teu marido chega do trabalho, e tu estás em casa mas não está com eles, porque estás concentrada no teu trabalho. E aquela suposta liberdade de horário que tanto desejavas ter quando decidiste trabalhar a partir de casa, deixa de existir.

Por outro lado, se tens dificuldade em concentrares-te ou se tem tendência a procrastinar, teres a liberdade de gerir o teu próprio horário pode ser uma desvantagem. A mínima coisa vai ser uma boa desculpa para não cumprires as tuas tarefas para aquele dia. Isso pode até não ser muito grave se for uma situação pontual. Mas se for assim por sistema, então talvez o trabalho a partir de casa não seja para ti.

Motivação pessoal

Estarmos motivados é algo bastante importante em qualquer área de trabalho, quer trabalhemos por conta de outros quer trabalhemos para nós mesmos. E cada um de nós tem diferentes formas de encontrar essa motivação.

Para alguns só o facto de terem uma rotina bem definida, e cumprirem-na, é o suficiente para que lhes corra bem o dia. Para outros a motivação surge muitas vezes da interação com outros. O trabalhar em equipa, o elogio ao trabalho que acabou de realizar ou simplesmente um elogio ao outfit escolhido para o dia é o suficiente para dar um boost de energia àquela pessoa. 

No entanto ao trabalhares a partir de casa, alguns dos aspectos que citei anteriormente deixam de fazer parte do teu dia-a-dia, e isso pode ter um impacto para o qual não estavas preparada. Até podes pensar que estas são coisas que não têm grande significado para ti. Mas como tudo na vida, só aprendemos a valorizar algo quando o perdemos. E de repente podes dar por ti triste, desmotivada e depressiva. 

Espaço de trabalho

Tudo bem que trabalhas a partir de casa, mas ainda assim é importante, mesmo dentro da tua casa definires qual é que é o teu espaço de trabalho. Até pode ser que a única coisa que necessites para a realização do teu trabalho seja o acesso ao teu computador portátil e à internet. E quando assim é,  geralmente qualquer sofá, cama, mesa da cozinha, mesa da sala, ou seja qualquer for o sítio mais confortável para ti serve. 

Mas termos um local de trabalho definido dentro da nossa casa tem grande influência na nossa produtividade. Ao estipularmos esse local o nosso cérebro vai saber que quando ali estamos é para trabalhar. E quando sairmos desse local também estamos a dar indicação ao cérebro que saímos do modo de trabalho e voltámos ao modo morador. E se procurares por essa internet fora não te vão faltar ideias para organizar um home office interessante sem gastar muito. Aliás eu mesma escrevi o post 10 Home Offices para Trabalhar em Casa com várias sugestões para te inspirares.

Torna-se ainda mais importante teres um espaço definido para realizares o teu trabalho se este envolver que outras pessoas tenham acesso à tua casa. É sempre importante salvaguardares a tua privacidade e a tua segurança. Nestes casos ter um pequeno atelier, garagem ou escritório é o ideal. Mas se ter pessoas dentro do seu espaço privado é algo que não te deixa muito confortável, então deves pensar bem no tipo de trabalho a partir de casa que pensas ter. 

Conclusão

Estes são apenas alguns aspectos que a podem ajudar a decidir se está mesmo preparada para trabalhar a partir de casa ou não. É claro que podem surgir muitas outras questões que devem ser consideradas. Mas este é um tema ao qual podemos voltar noutro artigo se necessário.  

  • Partilhar:

Também podes gostar de ler

0 comentários